Pesquisar
Close this search box.

Primeiros estados recebem feijão “nota 10”

A safra atual já mostra sinais de uma boa produção

Os primeiros lotes da terceira safra de feijão, que está começando a ser colhida, estão inicialmente atendendo o mercado do estado de São Paulo e, naturalmente, os estados onde a colheita está ocorrendo, como Goiás e Minas Gerais. De acordo com o Instituto Brasileiro de feijão e Pulses (Ibrafe), quanto mais longe da fonte, mais inseguros os empacotadores estão em arriscar comprar e esperar 5 ou 6 dias para a chegada, como é o caso de algumas localidades do Nordeste.

A safra atual, embora ainda esteja no início da colheita, já mostra sinais de uma boa produção. Os agricultores estão otimistas com os rendimentos, especialmente nos estados de Goiás, Minas Gerais e São Paulo, que são conhecidos pela alta qualidade de seus grãos. No entanto, o mercado está observando atentamente as variações de preço que podem ocorrer durante o período de colheita e transporte.

Os estados do Nordeste, por sua vez, enfrentam um desafio adicional. A distância da fonte de produção aumenta o risco para os empacotadores, que precisam lidar com a volatilidade dos preços e o tempo de transporte mais longo. Isso faz com que muitos optem por aguardar antes de fazer grandes compras, para evitar prejuízos causados por mudanças repentinas nos preços.

Fonte: Agrolink.
Picture of AMVAC

AMVAC

As soluções da AMVAC proporcionam maior produtividade às culturas, contribuindo para uma agricultura melhor e mais sustentável, garantindo a longevidade do mundo.

COMPARTILHE!
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Print
Email