Pesquisar
Close this search box.

Soja testa leves altas em 4ª sessão consecutiva positiva em Chicago à espera do USDA

O mercado da soja trabalha com estabilidade nesta manhã de terça-feira (9), dia de novo relatório do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos)

Por volta de 7h30 (horário de Brasília), as cotações subiam de 1,50 a 4,50 pontos nos primeiros vencimentos, com o março sendo cotado a US$ 14,42 por bushel. Apenas o setembro cedia 0,25 ponto para ser cotado a US$ 12,98.

Esta é a quarta sessão consecutiva de alta entre os futuros da oleaginosa e, apesar da expectativa para o boletim mensal de oferta e demanda do departamento americano, o clima na América do Sul ainda preocupa e dá fôlego aos preços, em especial a falta de chuvas na Argentina.

Também por isso é que os traders esperam pelos novos números que o USDA traz para as safras sul-americanas – Brasil e Argentina – de soja. Há ainda muitos problemas em ambos os países e o mercado espera para saber quais serão as estimativas da instituição.

De acordo com as previsões climáticas, os próximos dias ainda serão de chuvas no centro norte do Brasil e de tempo seco em importantes regiões produtoras argentinas.

 

Fonte: Portal do Agronegócio
AMVAC

AMVAC

As soluções da AMVAC proporcionam maior produtividade às culturas, contribuindo para uma agricultura melhor e mais sustentável, garantindo a longevidade do mundo.

COMPARTILHE!
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Print
Email