Pesquisar
Close this search box.

Soja registra altas importantes

Enchentes do Rio Grande do Sul impactam o mercado

No mercado da soja do estado do Rio Grande do Sul os preços voltaram a subir, mas os negócios seguem sem expressão, segundo informações da TF Agroeconômica. “No mercado portuário do estado, as indicações de preços para a soja estão em seu melhor momento, com valores de R$ 133,80 para entrega em maio, com pagamento final no mesmo mês, e R$ 135,50 para entrega em junho, com pagamento final em junho. Nos mercados locais, os preços variaram de acordo com as especificidades de cada região”, comenta.

Em Santa Catarina os preços seguem subindo, com mais negócios efetuados. “Em Santa Catarina, os preços da soja passam por alta expressiva em virtude das novas valorizações do farelo. De forma geral o mercado exterior dita com muita clareza os preços da região. Cerca de 20.000 toneladas foram efetuadas no dia de hoje. O preço no porto foi de R$ 125,00 (+4,00), Chapecó a R$ 113,00 (+3,00)”, completa.

De forma atípica, os preços não passam por novos movimentos no Paraná, mas os negócios saem bem. “Paraná segue marcando boas movimentações de negócios de semana a  semana, quando algumas baixas ocorrem o produtor tende a segurar um pouco, mas como essa semana foi bastante positiva, cerca de 100.000 toneladas foram escoadas. Em relação à soja da safra 2023/24, a ideia de compra girava em torno de R$ 130,30 por saca CIF Ponta Grossa, com entrega no começo de maio e pagamento no fim de maio”, indica.

No Mato Grosso do Sul os preços voltam a cair, com negócios parados. “Preços caem e alguns negócios são efetuados. Como já explicado no relatório do Rio Grande do Sul, foi um dia bastante volátil em Chicago, com os preços sendo influenciados no caso desse estado, mais pelas quedas do dólar. Nesse cenário tivemos consideráveis valorizações e com isso o produtor abriu mão de aproximadamente 50.000 toneladas”, informa.

Fonte: Agrolink.
Picture of AMVAC

AMVAC

As soluções da AMVAC proporcionam maior produtividade às culturas, contribuindo para uma agricultura melhor e mais sustentável, garantindo a longevidade do mundo.

COMPARTILHE!
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Print
Email