Pesquisar
Close this search box.

Sexta-feira começa com recuos para os futuros do milho nas Bolsas

A sexta-feira (18) começa com os preços futuros do milho levemente recuados na Bolsa Brasileira (B3). As principais cotações flutuavam na faixa entre R$ 96,00 e R$ 102,00 por volta das 09h21 (horário de Brasília).

O vencimento maio/22 era cotado à R$ 102,08 com perda de 0,30%, o julho/22 valia R$ 97,63 com queda de 0,38%, o setembro/22 foi negociado por R$ 96,92 com baixa de 0,49% e o novembro/22 teve valor de R$ 99,25 com desvalorização de 0,54%.

Os contratos do cereal brasileiro seguem estendendo as perdas de ontem acompanhando as movimentações internacionais do Chicago e as boas condições de plantio para a segunda safra de milho no Brasil.

Mercado Externo

A Bolsa de Chicago (CBOT) também abriu os trabalhos do último dia da semana com movimentações negativas para os preços internacionais do milho futuro por volta das 09h05 (horário de Brasília).

O vencimento maio/22 era cotado à US$ 7,51 com queda de 3,50 pontos, o julho/22 valia US$ 7,14 com desvalorização de 4,00 pontos, o setembro/22 foi negociado por US$ 6,64 com perda de 3,50 pontos e o novembro/22 teve valor de US$ 6,42 com baixa de 2,25 pontos.

Segundo informações da Agência Reuters, o milho caiu, consolidando-se após um rali do dia anterior, já que o mercado de grãos para alimentação animal também avaliou até que ponto o conflito na Ucrânia pode paralisar as exportações do Mar Negro.

Fonte: Nóticias Agrícolas

 

AMVAC

AMVAC

As soluções da AMVAC proporcionam maior produtividade às culturas, contribuindo para uma agricultura melhor e mais sustentável, garantindo a longevidade do mundo.

COMPARTILHE!
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Print
Email