Pesquisar
Close this search box.

Preço da laranja cai no segmento in natura, mas sobe na indústria

Valor médio da fruta negociada no segmento spot foi de R$ 31,22/cx de 40,8 kg

O ano de 2022 foi de preços semelhantes aos de 2021 para a laranja no mercado in natura. Ainda que a produção da fruta tenha aumentado no cinturão citrícola de São Paulo e do Triângulo Mineiro, a oferta foi controlada nesse segmento, devido ao maior envio à indústria.

Porém, o cenário econômico brasileiro e o clima instável – com mais dias de temperaturas amenas no Sul e Sudeste – limitaram o consumo em alguns períodos. De janeiro a novembro, a média de comercialização da laranja pera foi de R$ 38,93/cx de 40,8 kg, na árvore, leve queda de 1,6% em comparação ao mesmo período de 2021.

Já no segmento industrial, os valores subiram de 2021 para 2022, mesmo com a recuperação da produção de laranjas. Isso porque os estoques de suco fecharam a temporada 2021/22 bastante baixos, o que fez com que as processadoras tivessem elevada necessidade de matéria-prima.

Na parcial do segundo semestre (julho a novembro), o valor médio da fruta negociada no segmento spot na foi de R$ 31,22/cx de 40,8 kg, colhida e posta na fábrica, alta de 8% frente à da parcial de 2021. Ressalta-se que produtores esperavam valorização mais significativa, por conta da forte alta nos custos de produção.

Fonte: Agrolink

Picture of AMVAC

AMVAC

As soluções da AMVAC proporcionam maior produtividade às culturas, contribuindo para uma agricultura melhor e mais sustentável, garantindo a longevidade do mundo.

COMPARTILHE!
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Print
Email