Pesquisar
Close this search box.

Melão: queda das exportações é grande no RN/CE

Safra 2022/23 se inicia em ritmo lento

As exportações brasileiras de melão da safra 2022/23 se iniciaram com atraso no fim de agosto, e com ritmo lento – o que resultou em uma queda notória dos embarques no período.

Segundo dados divulgados pela Secex (Secretaria de Comércio Exterior), o volume exportado foi de cerca de 1,07 mil toneladas em agosto/22, quantidade 60% inferior à do mesmo mês do ano passado, quando foram embarcadas 2,7 mil toneladas. A Holanda foi o principal destino do mês passado, recebendo 56% do total exportado, e a Argentina a segunda colocada, com 22%.

Agentes consultados pelo Hortifruti/Cepea relataram que essa redução é justificada pelos plantios mais tardios desta safra, diante do clima frio e chuvoso, que impactou de maneira negativa o cultivo do melão, e dos problemas de fechamento de contrato internacional e do frete marítimo.

Como previsão para setembro, espera-se que as exportações brasileiras de melão cresçam significativamente, diante da maior intensificação dos envios. Porém, ainda há receio se conseguirá superar os embarques de setembro do ano passado.

Fonte: Agrolink

Picture of AMVAC

AMVAC

As soluções da AMVAC proporcionam maior produtividade às culturas, contribuindo para uma agricultura melhor e mais sustentável, garantindo a longevidade do mundo.

COMPARTILHE!
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Print
Email