Pesquisar
Close this search box.

Entenda os riscos do contrabando de agrotóxicos no Brasil

O contrabando de agrotóxicos ilegais para serem usados na produção agrícola brasileira tornou-se um crime de grandes proporções

O contrabando de agrotóxicos ilegais para serem usados na produção agrícola brasileira tornou-se um crime de grandes proporções. O Brasil, que tem uma legislação rigorosa para regular a compra e o uso desses produtos, está enfrentando um aumento preocupante no contrabando de agrotóxicos de países vizinhos com leis menos restritivas, como o Uruguai. A prática ilegal tem consequências para a saúde pública, o meio ambiente e a economia do país.

Aproximadamente 20% do mercado de agrotóxicos no Brasil é composto por produtos contrabandeados. Essa prática ilegal não apenas representa um risco para a saúde humana e o meio ambiente, mas também prejudica a reputação dos produtos agrícolas brasileiros no mercado global. No Uruguai, apenas os produtos mais perigosos requerem receita agronômica, ao contrário do Brasil, onde todas as compras exigem prescrição. Essa diferença na legislação e preço tem levado muitos produtores brasileiros a optarem por adquirir agrotóxicos no país vizinho, mesmo que isso constitua um crime.

Um estudo baseado em laudos periciais da Polícia Federal destacou que os ingredientes ativos mais apreendidos incluem substâncias como Imidacloprido, Metsulfurom-metílico e Fipronil. A China é apontada como o principal país de origem dos agrotóxicos contrabandeados, seguida pelo Paraguai e Uruguai. Embora muitos desses produtos contrabandeados possuam o ingrediente ativo e a concentração informados nos rótulos, há casos de falsificação ou concentrações diferentes, representando um sério risco para a saúde e a agricultura.

O uso desses agrotóxicos ilegais pode levar a consequências desastrosas na lavoura e representar sérios riscos à saúde dos produtores e consumidores. Produtos adulterados podem conter concentrações tóxicas prejudiciais, enquanto aqueles proibidos no Brasil podem causar danos irreversíveis.

Apesar dos esforços das autoridades brasileiras para combater o contrabando de agrotóxicos, a prática persiste, muitas vezes associada à corrupção e à violência. A diferença de preços em relação a outros países continua a impulsionar esse comércio ilegal, alimentando uma cadeia de eventos prejudiciais para a sociedade e a economia.
O contrabando de agrotóxicos é uma realidade preocupante que afeta negativamente diversos aspectos da sociedade brasileira e além disso, o uso desses produtos pelo produtor é considerado crime.

 

Fonte: Agrolink.

Picture of AMVAC

AMVAC

As soluções da AMVAC proporcionam maior produtividade às culturas, contribuindo para uma agricultura melhor e mais sustentável, garantindo a longevidade do mundo.

COMPARTILHE!
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Print
Email