Pesquisar
Close this search box.

É possível aumentar o consumo de feijão?

Foi feito um teste no Dia Mundial dos Feijões

A situação atual no mercado de feijão, conforme relatada pelo Instituto Brasileiro de feijão e Pulses (Ibrafe), destaca a necessidade de enfrentar desafios e promover estratégias inovadoras para impulsionar o consumo interno. O foco no feijão-carioca nota 9 ou melhor indica uma demanda crescente por produtos de qualidade superior, enquanto a comercialização de feijões com defeitos mostra a importância de encontrar soluções para lidar com variedades menos desejáveis.

A preocupação sobre o restante do ano e a possibilidade de plantios com boa produção ressalta a importância de encontrar novos consumidores para evitar excedentes no mercado. O esforço já realizado pelo setor em investir na divulgação do benefício do consumo de feijões no exterior destaca a necessidade de replicar esse esforço no mercado interno.

O teste realizado no Dia Mundial dos Feijões, com um investimento modesto, revela o potencial das campanhas de marketing para alcançar um grande número de pessoas. O vídeo no YouTube, com mais de 115 mil visualizações até o momento, demonstra que a divulgação pode ter impacto positivo. A proposta de contratar agências de marketing capacitadas para atingir 50 milhões de pessoas e medir os resultados mostra uma abordagem estratégica e mensurável para aumentar o consumo.

“Se queremos aumentar o consumo, é possível. Relembrando que o marketing ensinou mais de uma geração a fumar, mesmo com gosto ruim, mau cheiro e causando inúmeras doenças. Depois, o marketing reverteu tudo isso, e hoje temos menos fumantes. Existem estratégias e profissionais que estudaram a vida inteira e podem fazer isso acontecer. No entanto, nós, você, eu e muitos outros interessados, vamos precisar agir. Precisamos fazer mais do que lamentar os preços pouco remuneradores”, afirma.

 

Fonte: Agrolink.

Picture of AMVAC

AMVAC

As soluções da AMVAC proporcionam maior produtividade às culturas, contribuindo para uma agricultura melhor e mais sustentável, garantindo a longevidade do mundo.

COMPARTILHE!
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Print
Email