Pesquisar
Close this search box.

Contador(a) do Século XXI

Você certamente deve imaginar o Contador como uma pessoa, normalmente homem, por volta dos 40/50 anos, de cabelos grisalhos, mal-humorado e com uma única função: “guarda-livros”. Essa expressão surgiu em razão do serviço executado: escriturar e guardar os livros das organizações.

Mas as coisas mudaram, e hoje um profissional contábil tem muito mais funções do que lançar uma nota fiscal, por exemplo. O cargo não é só para homens (“contadores”); segundo o Conselho Federal de Contabilidade (CFC), dados de 07/2021, temos 42,84% de mulheres contadoras no mercado de trabalho, um percentual considerável, não acha?

A área contábil está em constante expansão, hoje um contador (a) pode ser: contador interno de alguma empresa ou funcionário público e ser o contador do município, ter um escritório e ser responsável pela análise contábil, realizar auditorias públicas e privadas, ser um consultor contábil e financeiro, ser um perito … com certeza há um gigantesco mercado!

E como a função do contador é “guarda-livros”, o dia a dia dele é em prol do bom funcionamento de todas as atividades da organização. Hoje o profissional contábil pode se especializar em algumas áreas, como fiscal, RH, controller, sendo que todas as áreas têm prazos e obrigações perante o governo. As obrigações começam logo no início do mês com o Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social – GFIP, e aí começa a brincadeira: emissão de Documento de Arrecadação de Receitas Federais – Darf’s, envio de Declaração de Débitos e Créditos Tributários – DCTF, E-Social, elaboração do Sistema Público de Escrituração Digital – SPED… a lista é longa! Estamos “tão” modernos, que deste último, temos várias versões, uma delas é o SPED- ECD (Escrituração Contábil Digital), que substitui os livros físicos em um arquivo e é enviado ao governo eletronicamente. O meio ambiente agradece!

Ademais, o contador deve estar ciente de qual forma de tributação a empresa se enquadra, podendo ser simples nacional, lucro presumido ou real. Cada uma delas tem as devidas parcialidades e obrigações contábeis e fiscais. Por isso é de extrema importância o contador acompanhar o dia a dia da organização, realizar as devidas conciliações, realizar os ajustes necessários e conferir os impostos, para não atrasar o período de report dos demonstrativos contábeis (como por exemplo: Balanço e Demonstração do Resultado o Exercício) para a gestão empresarial.

Você sabia de toda essa inovação na contabilidade? A tendência é só aumentar; o que irá demandar mais conhecimento do profissional e muito mais dedicação a essa profissão em constante expansão.

 

Por: Jéssica Barra Nova – Full Accounting Analyst | AMVAC do Brasil

AMVAC

AMVAC

As soluções da AMVAC proporcionam maior produtividade às culturas, contribuindo para uma agricultura melhor e mais sustentável, garantindo a longevidade do mundo.

COMPARTILHE!
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Print
Email