Pesquisar
Close this search box.

Confira o panorama do milho no Brasil

No Paraná, 88% da área plantada e ao menos 92% comercializada

No estado do Rio Grande do Sul, o mercado do milho foi marcado pelo preço do Mato Grosso do Sul que voltou a ser competitivo, de acordo com informações que foram divulgadas pela TF Agroeconômica. “Em negócios pontuais, em Não-Me-Toque foram vistos pequenos lotes de milho no dia de hoje a R$ 91,00, em cerca de 300 toneladas, entre produtores e granjas locais. Ademais, mercado permanece bastante quieto, em que compradores recusam lotes por estarem comprados. Indicações permanecem em R$ 90,00 CIF Marau, R$ 91,00 CIF Arroio do Meio, e R$ 89,00 em Ijuí. Para Safra nova em janeiro, sem indicação porto e indústria R$ 86,50 CIF Arroio do Meio”, comenta.

Em Santa Catarina, a diferença entre intenções de compra e venda é de R$ 1,50 por saca. “A diferença de intenções permeou entre R$ 1,00 a R$ 1,50 por saca. No oeste, inúmeros compradores indicaram R$ 89,50, onde ofertas do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul viriam a um preço a partir de R$ 91,00. Em Braço do Norte, uma indústria ofereceu R$ 93,50 para um lote diferido, em que uma cooperativa não abriu mão dos R$ 95,00 a saca, em cerca de 600 toneladas”, completa a consultoria.

No Paraná, 88% da área plantada e ao menos 92% comercializada. “Conforme relatamos há alguns dias aqui, ao menos 88% da área está plantada no Paraná, em que o bom tempo e a janela ideal permitiram bons avanços no plantio de milho verão. Ao mesmo tempo, estima-se que, da produção de cerca de 9,8 milhões de toneladas, já foram vendidas cerca de 8,9 milhões ou 92% do total. A paradeira se estabeleceu no mercado de milho paranaense, onde produtores, capitalizados pela soja e buscando negócios de ocasião no milho buscam R$ 100,00 pela saca do cereal”, indica.

Fonte: Agrolink

Picture of AMVAC

AMVAC

As soluções da AMVAC proporcionam maior produtividade às culturas, contribuindo para uma agricultura melhor e mais sustentável, garantindo a longevidade do mundo.

COMPARTILHE!
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Print
Email