Pesquisar
Close this search box.

Chuvas no Norte e tempo firme no Centro-Sul

Chuvas acima de 40 mm na região Norte na quinta-feira

Nesta quinta-feira as diferenças no tempo serão sutis em comparação a última quarta-feira (27.12). Áreas de tempo seco ainda devem permanecer com o tempo firme, enquanto as instabilidades sofrem algumas alterações em suas áreas.

A frente fria ainda mantém as condições de chuvas na parcela central do Brasil, mas indicando uma redução nos volumes e na intensidade das chuvas previstas.  Já ao Sul do País, as temperaturas entram em elevação e novas áreas de instabilidade, que atuam nos países vizinhos, devem atravessar a fronteira e provocar algumas chuvas localizadas.

O maior destaque em relação às chuvas será a região Norte, onde as projeções indicam volumes acima dos 40 mm no decorrer do dia.

Região Norte:  Aumento nos volumes das chuvas

O padrão de chuvas deve continuar sobre a região, ainda que os maiores volumes fiquem concentrados sobre o estado do Amazonas, onde há indicativos de até 40 mm de forma localizada. Essas instabilidades mais fortes também podem ocorrer ao sul de Roraima e na faixa oeste do Pará. Já nos estados do Acre e Rondônia, espera-se uma maior irregularidade das chuvas. Agora, sobre o Tocantins e leste do Pará, também é esperado um aumento nas condições de chuvas, mas ainda com a ressalva da grande irregularidade dos volumes e das áreas com registros.

Região Nordeste:  Tempo firme predomina, com exceção do Maranhão e Piauí

Grande parte da região, segue com o predomínio de uma massa de ar quente e seco, mantendo o tempo firme desde o centro-sul da Bahia até a metade sul do Ceará e o Rio Grande do Norte. No extremo sul Baiano, há possibilidade de temporais, em função da proximidade com a frente fria que atua na região sudeste. Já sobre o Maranhão e Piauí, as instabilidades tropicais favorecem a formação das nuvens carregadas, com destaque para o noroeste do Maranhão, onde as projeções indicam volumes entre os 7 e 15 mm.

Região Centro-Oeste:  Norte de MT e GO concentram as chuvas

O fluxo de umidade continua ativo sobre a região, mas com menor intensidade e abrangência em comparação ao dia anterior. Espera-se que as chuvas se concentrem no norte da região, incluindo o norte de Mato Grosso e as partes norte e leste de Goiás. As precipitações tendem a ocorrer de forma irregular e mal distribuída, um padrão ainda mais acentuado no norte de Mato Grosso do Sul e no sul de Goiás, onde as chuvas serão variáveis em termos de quantidade e localização. As temperaturas continuam altas, principalmente nas áreas com maior presença do sol. Além disso, espera-se que os índices de umidade diminuam e atinjam patamares baixos à tarde.

A frente fria ainda segue atuando sobre a região, mas com menor intensidade se comparada aos dias anteriores. Este sistema está mantendo um canal de umidade ativo na metade norte da região, garantindo condições de chuvas volumosas ao norte de Minas Gerais, com alguns pontuais podendo superar os 25 mm no decorrer do período. Já as áreas mais ao sul de São Paulo e Rio de Janeiro, deverão ter uma quinta-feira de tempo firme. Em relação às temperaturas, faz calor sobre o estado Paulista e Triângulo Mineiro, ao passo que as temperaturas devem ficar amenas no leste de Minas Gerais.

Região Sul:  Chuvas importadas dos países vizinhos

Após uma série de dias com tempo mais seco, novas zonas de instabilidade estão se deslocando para o sul da região. Estas instabilidades estão ligadas a um sistema de baixa pressão – cavado – que está influenciando os países vizinhos. Espera-se que as chuvas variem de forte a moderada, com volumes previstos abaixo de 10 mm no sul do Rio Grande do Sul. Contudo, a maior parte da região ainda experimentará um clima predominantemente seco, em particular da parte norte do Rio Grande do Sul até o norte do Paraná. O clima estável deve trazer um aumento nas temperaturas em comparação ao dia anterior, apesar de regiões altas da serra registrarem temperaturas matinais inferiores a 10°C.

A análise é do meteorologista do Portal Agrolink, Gabriel Rodrigues com revisão de Aline Merladete

Fonte: Agrolink

Picture of AMVAC

AMVAC

As soluções da AMVAC proporcionam maior produtividade às culturas, contribuindo para uma agricultura melhor e mais sustentável, garantindo a longevidade do mundo.

COMPARTILHE!
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Print
Email