Pesquisar
Close this search box.

Centro-Oeste dividido para a soja

Enquanto isso os preços caem novamente no MS

No mercado da soja do estado do Mato Grosso do Sul, os preços se valorizam em R$ 2,00/saca, com negócios parados, de acordo com informações da TF Agroeconômica. “Da mesma forma como visto nas demais posições do relatório, os preços de MS voltaram aos níveis de semana passada nessa sexta-feira, nem um pouco mais altos ou mais baixos. Esse padrão para se repetir na soja nesse momento em especial devido a conjuntura do mercado financeiro”, comenta.

“Todos os preços marcaram alta de R$ 2,00/saca – em Dourados, os preços foram cotados a R$ 123,00, em Maracaju a R$ 122,00, em Sidrolândia a R$ 121,00, em Campo Grande a R$ 124,00 e em Chapadão do Sul a R$ 120,00”, completa.

Enquanto isso os preços caem novamente, som negócios bem lentos. “Após as últimas informações trazidas pelo IMEA e a situação da safra norte-americana o mercado não retornou aos níveis pré-relatório, terminando a semana em desvalorização relativa”, indica.

“Campo Verde a R$ 110,16 marca baixa de R$ 0,85/saca. Lucas do Rio Verde a R$ 107,21, com baixa de R$ 1,08/saca. Nova Mutum a R$ 108,07, com baixa de R$ 1,06/saca. Primavera a R$ 111,89 após baixa de R$ 0,89/saca. Rondonópolis a R$ 113,66 após baixa de R$ 0,84/saca. Sorriso, por fim, a R$ 106,26, após baixa de R$ 1,11/saca”, informa.

Mais acima, o Matopiba tem mercados em queda. “Novamente, assim como a maioria das regiões do Brasil, o mercado do complexo de MATOPIBA não parou em situação diferente da semana anterior, passando por todo esse período marcando flutuações seguido de retornos dia após dia. Apesar desse contexto, sempre que leves altas ocorriam o fluxo de negócios acelerava levemente, a safra não teve complicações e por conta disso a comercialização está a par das demais regiões em termos percentuais”, conclui.

Fonte: Agrolink

Picture of AMVAC

AMVAC

As soluções da AMVAC proporcionam maior produtividade às culturas, contribuindo para uma agricultura melhor e mais sustentável, garantindo a longevidade do mundo.

COMPARTILHE!
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Print
Email