Pesquisar
Close this search box.

Cenoura: oferta aumenta em maio e cotações caem

Clima favorável ao desenvolvimento garante maior oferta nas principais praças produtoras

A normalização climática nas regiões produtoras de cenoura resultou em recuperação da oferta e, consequentemente, queda nas cotações da raiz. Na parcial de maio (1º a 12), a “suja” foi comercializada a R$ 60,00/caixa de 29 kg nas principais praças produtoras, São Gotardo (MG) e Cristalina (GO), redução de 26% frente à média de abril.

Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, algumas áreas ainda têm qualidade mais baixa devido ao elevado índice pluviométrico durante o início do ano, o que deixou a produção fina e fora do padrão de comercialização “AAA”. No entanto, a quantidade de cenouras com qualidade ruim está diminuindo, com estas regiões prejudicadas próximas de serem colhidas em sua totalidade.

Outro cenário de melhor produção é na BA, por exemplo, onde as cenouras não vinham sendo destinadas para o mercado por não apresentarem a qualidade necessária – e acabavam sendo direcionadas para alimentação animal. Porém, com a melhora do clima e do desenvolvimento, as raízes estão com melhor padrão, também aumentando a oferta. Além disso, a procura em todas as praças está enfraquecida, o que preocupa produtores, uma vez que nos próximos meses a expectativa é de uma oferta ainda mais alta e preços mais baixos.

Fonte: Agrolink

Picture of AMVAC

AMVAC

As soluções da AMVAC proporcionam maior produtividade às culturas, contribuindo para uma agricultura melhor e mais sustentável, garantindo a longevidade do mundo.

COMPARTILHE!
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Print
Email