Pesquisar
Close this search box.

Café começa mais uma semana com pressão em Nova York

Chuvas no BR, estoques na ICE e recessão global seguem no radar

O mercado futuro do café arábica abriu a semana com desvalorização para os principais contratos no pregão desta segunda-feira (14) na Bolsa de Nova York (ICE Future US).

O café tem registrado dias de pressão em Nova York. O mercado segue acompanhando a previsão de chuvas no Brasil, com expectativa de uma safra cheia no ano que vem e que pressiona as cotações. Além disso, uma recuperação nos estoques da ICE  e a incerteza diante de uma recessão global também pesam nos preços. Por aqui, o produtor segue cauteloso, aguarda recuperação nos preços e pouco participa do mercado.

Por volta das 08h52 (horário de Brasília), março/23 tinha queda de 445 pontos, negociado por 163,65 cents/lbp, maio/23 tinha baixa de 400 pontos, valendo 163,50 cents/lbp, julho/23 tinha alta de 370 pontos, cotado por 163,25 cents/lbp e setembro/23 tinha baixa de 310 pontos, valendo 162,95 cents/lbp.

Na Bolsa de Londres, o café tipo conilon também abriu com desvalorização. Janeiro/23 tinha baixa de US$ 40 por tonelada, negociado por U$S 1795, março/23 tinha queda de US$ 38 por tonelada, cotado por US$ 1787, maio/23 tinha baixa de US$ 33 por tonelada, negociado por US$ 1784 e julho/23 tinha queda de US$ 31 por tonelada, cotado por US$ 1779.

Por:  Virgínia Alves
Fonte:  Notícias Agrícolas
AMVAC

AMVAC

As soluções da AMVAC proporcionam maior produtividade às culturas, contribuindo para uma agricultura melhor e mais sustentável, garantindo a longevidade do mundo.

COMPARTILHE!
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Print
Email