Pesquisar
Close this search box.

Café abre semana estendendo baixas, de olho nas condições climáticas e colheita no BR

Enquanto colheita avança, instabilidade deve continuar no mercado de café

O mercado futuro do café arábica abriu a semana com desvalorização para os principais contratos na Bolsa de Nova York (ICE Future US). Com a queda desta manhã as cotações estendem as baixas da última sessão no exterior. Analistas afirmam que o cenário vai continuar sendo de bastante instabilidade até que se entenda o tamanho da safra 22 do Brasil.

Por volta das 08h46 (horário de Brasília), julho/22 tinha queda de 270 pontos, negociado por 226,20 cents/lbp, setembro/22 tinha baixa de 275 pontos, cotado por 225,95 cents/lbp, dezembro/22 tinha desvalorização de 280 pontos, valendo 225,40 cents/lbp e março/23 tinha queda de 265 pontos, cotado por 224,45 cents/lbp.

Em Londres, o café tipo conilon também abriu a semana com desvalorização. Julho/22 tinha queda de US$ 29 por tonelada, negociado por US$ 2048, setembro/22 tinha queda de US$ 32 por tonelada, cotado por US$ 2064, novembro/22 tinha baixa de US$ 27 por tonelada, negociado por US$ 2060 e janeiro/23 tinha desvalorização de US$ 26 por tonelada, valendo US$ 2050.

MERCADO INTERNO – ÚLTIMA SESSÃO 

O tipo 6 bebida dura bica corrida teve queda de 0,74% em Guaxupé/MG, negociado por R$ 1.340,00, Poços de Caldas/MG teve queda de 1,14%, valendo R$ 1.300,00, Patrocínio/MG teve queda de 0,74%, cotado por R$ 1.340,00, Varginha/MG teve queda de 1,7%, valendo R$ 1.340,00 e Campos Gerais/MG teve baixa de 0,73%, cotado por R$ 1.355,00.

O tipo cereja descascado teve queda de 0,70% em Guaxupé/MG, negociado por R$ 1.415,00, Poços de Caldas/MG teve baixa de 1,05%, valendo R$ 1.410,00, Patrocínio/MG teve queda de 0,73%, cotado por R$ 1.360,00 e Varginha/MG teve queda de 1,38%, valendo R$ 1.430,00.

Fonte: Notícias Agrícolas

Picture of AMVAC

AMVAC

As soluções da AMVAC proporcionam maior produtividade às culturas, contribuindo para uma agricultura melhor e mais sustentável, garantindo a longevidade do mundo.

COMPARTILHE!
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Print
Email