Pesquisar
Close this search box.

Baixa oferta e impasses na Argentina resultam em queda nas exportações de bananas

Até maio/23, o volume enviado foi 39% menor

Entre janeiro e maio/23, as exportações brasileiras de banana ao Mercosul foram baixas. Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, o ocorrido se deve ao restrito volume da nanica no Sul e no Sudeste do País e aos entraves econômicos da Argentina, associados a embargos.

Conforme dados da Secex, o volume enviado para o bloco sul-americano registrou queda de 39% no período, totalizando apenas 28 mil toneladas. A receita também sofreu retração, de 34%, somando US$ 11,9 milhões (FOB).

Para a União Europeia, por outro lado, os números de receita e volume registraram aumento, em razão da melhora na situação do frete marítimo. Porém, ainda são muito baixos para compensar as perdas para o Mercosul.

De junho para cá, a diminuição de temperaturas médias tem impactado no desenvolvimento dos bananais, garantido pouca oferta nas principais regiões produtoras. Deste modo, espera-se que os envios ao Mercosul ainda sigam contidos.

Fonte: Agrolink

Picture of AMVAC

AMVAC

As soluções da AMVAC proporcionam maior produtividade às culturas, contribuindo para uma agricultura melhor e mais sustentável, garantindo a longevidade do mundo.

COMPARTILHE!
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Print
Email